Top

CORPOS DO TEATRO

Os núcleos Corpos do Teatro foram desenvolvidos entre fevereiro e outubro de 2012, como parte do projeto Recusa e Prometheus: uma simetria invertida, e promoviam encontros práticos – abertos e gratuitos – com o objetivo de investigar as múltiplas perspectivas e as possibilidades de abordagem do corpo na criação do ator. Os núcleos, orientados por atores-pesquisadores da Cia., dividem-se em quatro temas:

 

O corpo grotesco (atual)

Artista condutor: Gustavo Xella

Atualmente investiga os princípios constitutivos do corpo grotesco em cena, a partir dos princípios de composição propostos pelo encenador russo Vsevolod Meyerhold. Os elementos técnicos e os princípios expressivos do movimento com bastões e dos Études Biomecânicos, bem como as reflexões teóricas de Meyerhold sobre a arte do ator, compõem os elementos abordados no trabalho.
O corpo ancestral na experiência do Ato – práticas com as danças afro brasileiras (realizado durante o ano de 2012)
Artista condutora: Gisele Petty

Preparação corporal em danças tradicionais brasileiras: Kelson Barros e Wellington Campos

As matrizes gestuais das danças tradicionais – Bumba meu Boi e Dança dos Orixás – são os elementos propulsores da investigação sobre o corpo teatral. A ideia de Ato, no qual o gesto não é apenas a evocação mas é, em si, a presença, serve ao ator como elemento expressivo para investigar a composição de uma dramaturgia contemporânea.

 

Mover – entre a dança e o teatro (realizado durante o ano de 2012)

Artista condutora: Natacha Dias

Elege a percepção dos processos orgânicos de movimento do corpo – entendidos sob as perspectivas de dentro e de fora – como ponto de partida para a construção de uma expressividade do ator em cena.

 

Butoh – corpos múltiplos (realizado durante o ano de 2012)

Artista condutora:  Ana Chiesa Yokoyama

Investiga os fundamentos do Butoh a partir da experimentação de matérias diversas – objetos, elementos da natureza, imagens e obras de artes plásticas, fragmentos de poesia, entre outros. Os conceitos e princípios do Buthô são o ponto de partida para a experimentação do corpo como uma matéria em permanente transformação e que se manifesta de forma múltipla.

<< Voltar